IACIT apresenta os primeiros resultados de monitoramento do Radar OTH, durante a Ridex/ Mostra BID Brasil

Fonte: IACIT / http://tecnodefesa.com.br 22/06/2018

O Brasil possui uma extensa área marítima, com 4,5 milhões de quilômetros quadrados de costa. Além do perímetro costeiro, a região chamada de Amazônia Azul estende-se por uma área de 350 milhas náuticas, ou 648 quilômetros mar adentro, além de 200 milhas náuticas em torno das ilhas oceânicas.

Pelas águas da costa brasileira é feito o transporte de cargas, movimentando toda a economia. Para se ter uma ideia, pela Amazônia Azul circulam 95% do comércio exterior brasileiro, são extraídos 91% do petróleo e 73% do gás natural produzidos no país. Também é nessa região que estão instalados cabos submarinos, responsáveis por parte do sistema de comunicação nacional.

Para proteger nossas riquezas, a IACIT desenvolveu o primeiro Radar OTH (Over The Horizon – Além do Horizonte), da América do Sul. Instalado no Farol de Albardão (RS), o sistema já está operacional e apresentando os primeiros resultados de monitoramento dos mares brasileiros. Durante a Ridex/ Mostra BID Brasil, os visitantes poderão conhecer sobre a tecnologia empregada no desenvolvimento do Radar OTH e os primeiros resultados já obtidos, que estarão sendo transmitidos em tempo real. A Ridex/ Mostra BID Brasil acontece de 27 a 29 de junho, no Píer Mauá, Rio de Janeiro (RJ).

Nos primeiros meses de 2018, a IACIT, empresa brasileira responsável pelo desenvolvimento do sistema, fez os testes necessários e os apresentou à Marinha do Brasil. Com o sistema em operação, o Brasil integra o seleto grupo de países que possuem tal tecnologia. Apenas Austrália, Canadá, Estados Unidos, China, Reino Unido e Rússia possuem sistemas semelhantes.

O Radar OTH da IACIT é capaz de monitorar embarcações localizadas a mais de 200 milhas náuticas da costa, monitorando além da linha de visada direta. O Radar OTH é ideal para detectar as embarcações que não transmitem sinal de AIS, conhecidas como embarcações “não cooperativas”.

Projeto grandioso

Foram cerca de cinco anos desde o início dos estudos até o momento. Com o envolvimento de mais de 50 profissionais, que atuaram nas diversas fases de desenvolvimento do Radar OTH – montagem de infraestrutura para o recebimento do Radar, desenvolvimento da tecnologia, implantação dos sistemas, calibrações e muito mais.

A IACIT também foi responsável por levar comunicação via satélite para a região, energia elétrica, reformas de moradias para acomodação das equipes. O sítio Farol do Albardão está localizado a mais de 130 quilômetros, por praia, da cidade mais próxima, a Praia do Cassino.

Comitês

Comitê de Simulação e Treinamento

Comitê de Cibernética

Comitê de VNT

Comitê de Segurança Alimentar

Comitê de Segurança Pública

Parceiros
Forças Armadas e de Segurança